Mercado de mídias sociais estimula geração de empregos

Quando me convidaram a falar sobre esse tema, fui atras de dados que comprovassem o meu feeling. O mercado está muito aquecido, dados do Comscore (Maio/2011), mostram que 99% dos usuários de Internet acessam redes sociais pelo menos uma vez por mês. Sendo assim, temos que as mídias sociais cada vez mais estão se tornando para as empresas importantes ferramentas de comunicação e uma ótima maneira de atingir seu publico.
A inclusão digital cada vez mais acentuada e a ascensão da classe C no acesso a web, possibilitaram que o público começasse a interagir e buscar informações e recomendações na compra de produtos. Ou seja, mudou o comportamento de compra das pessoas. Sites institucionais não são suficientes para satisfazer a necessidade de informação dos clientes, estes querem interagir e as organizações que percebem isso buscam criar estratégias de relacionamento e de geração de conteúdo para conquistá-los e rete-los.
No começo, as empresas não sabiam muito quais resultados esperar ou o que buscar e tivemos uma proliferação de ações isoladas e sem objetivo. Hoje vejo que grande parte das empresas que atuam nesse meio estão mais “maduras” e fizeram o dever de casa, planejando, definido objetivos, traçando estratégias e principalmente quais resultados esperam obter.
Hoje convivemos com uma série de cargos que não existiam há alguns anos e sendo assim faltam profissionais capacitados para atuar em áreas que exigem a busca por conhecimentos ainda pouco estruturados. Novas profissões como analista de redes sociais, analista de métricas e especialistas em marketing digital, surgiram para atender a demanda de criação de conteúdo, definição de estratégia e programação. Profissionais nas áreas de relações públicas, publicitários, jornalistas, designers, programadores atuam nessa área em constante mudança. A demanda continua maior que a oferta, principalmente de profissionais qualificados.
No entanto, temos poucos cursos na área e as tecnologias se movimentam com muita rapidez. Diria que os profissionais estão aprendendo na pratica. Para se diferenciar, precisa ter paixão ser antenado, conectado e principalmente ser um heavy user. Tem que entender da linguagem, da tecnologia e do timing das redes sociais. Confira a matéria completa

Categoria: Sem categoria

Deixe uma resposta

(obrigatório)

(opcional)