• A maior movimentação social de todos os tempos
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=280
  • Evernote Food
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=277
  • Uma nova rotina
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=271
  • Um mural online para compartilhar suas imagens, fez do Pinterest o centro de atenções dos usuários
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=262
  • A consolidação do mkt digital
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=254


Últimos Posts

Arquivos do Blog

Abraço virtual – a nova geração intocável

Recente pesquisa publicada pela Lab 42 revelou que a nova geração é super comunicativa, anda sempre com os gadgets nos bolsos, mas não se da muito bem com conversas ao vivo, nem mesmo por telefone. 71% dos jovens norte-americanos entrevistados declararam preferir enviar uma mensagem de texto a fazer uma ligação. Será que estamos perdendo o prazer de uma boa conversa, de um café ou de uma cerveja com os amigos? Fico com receio que essas características não sejam exclusivas da nova geração, mas da geração atual que não tem tempo, esta sempre atarefada, querendo abraçar o mundo e fazer 1000 coisas ao mesmo tempo. Os benefícios das redes sociais, a possibilidade de falar com pessoas que estão distantes, em outros países, ou encontrar um conhecido de muito tempo são inquestionáveis. Mas acho que estamos nos acomodando com esse contato pratico, rápido e seco e sendo assim, deixamos de lado o prazer de um abraço e de dividir risadas e compartilhar emoções presencias. O abraço virtual não tem o mesmo impacto que um presencial ;)

O cv preso na década de 90

Faz parte do meu dia a dia analisar currículos e cartas de apresentações e fico intrigada com a quantidade de cv’s que recebo que parecem ser da década de 90 (tanto na apresentação, quanto no conteúdo). É impressionante como existe falta de bom senso, clareza e de modernidade nos cv’s e isso não se restringe ao publico mais “maduro”. Tem muita gente nova que não tem a menor idéia de como colocar as suas atribuições e objetivos de maneira direta e vendedora num cv. Hoje os tempos mudaram, a convergência de mídias é cada vez mais presente e hoje vejo que mais do que o Word o cv precisa conter também um link para o blog, o perfil no twitter, o perfil no linked in e dependendo da área o link para o portfólio de atividades do profissional. Precisão e objetividade continuam como valores necessários aos bons currículos e como isso esta em escassez nos conteúdos, pontos são considerados a favor, As redes sociais estão aí com aplicativos e funcionalidades para tornar a sua “presença virtual” mais interessante e redundante. Utilize-as sabiamente, hoje com uma única busca no Google temos toda a presença e reputação virtual de uma pessoa. Se a sua não estiver muito boa, seu cv precisa ser uma forma de cobrir essa lacuna ;)

Setor financeiro de olho nas redes

Hoje um assunto no jornal me deixou ainda mais intrigada sobre a influencia das redes sociais. A matéria fala sobre “Corretora busca clientes em redes sociais”.
Intrigante, porque há esse novo segmento , instituições financeiras (corretoras e bancos), esta divulgando produtos e serviços e ao mesmo tempo aferindo a recepção dos seu publico.
A visão comum seria pensar em empresas de varejo e consumo utilizando essas novas plataformas como ferramentas de marketing.
Com o crescimento do uso das redes, outros segmentos começam a apostar as fichas e começar a investir com a estratégia de aumentar a interação e aumentar o nível de informação dada e recebida de novos clientes. Inovações como o uso de aplicativos no Facebook e compartilhamento das informações com seus amigos, fazem sucesso e geram uma aproximação com o publico. Considerando que a essência da redes social é justamente compartilhar o que vc esta fazendo, vejo que eles estão no caminho certo. Você não usa a mídia social para vender um produto e sim para esclarecer e gerar relacionamento com seu publico, humanizando essa percepção marca- cliente ;)

Consumidores unidos, jamais serão vencidos

A nova moda de quem trabalha com midias sociais é falar em Social Commerce e pode ser traduzido como “Aproveite as mídias sociais e venda” . A prática une as lojas virtuais às ferramentas de mídia social com o objetivo de usar troca de informações sobre produtos, marcas e serviços entre amigos.

No Brasil, surgem iniciativas nas empresas HP e Drogaria Onofre. No caso da Onofre a loja virtual de esmaltes permite deixar dicas relacionadas ao assunto e ver todos os comentários postados no Twitter . A HP por sua vez lançou uma loja virtual no Youtube , onde alem de comentar sobre os seus produtos é possível encontrar vídeos explicativos.

O Social Commerce pode ser aplicado de várias formas permitindo que o cliente sinta-se mais seguro ao comprar, basta que as empresas saibam usar as ferramentas de mídia com o objetivo de venda. um caminho sem volta, onde o poder de compra esta nas mãos do consumidor.
Mais informações vale consultar ess blog

A mobilização da “gente diferenciada”

Ontem foi publicado um artigo que fiz para o Mundo do Marketing. mencionando quem nasceu primeiro a rede ou repercussão. Sábado passado um assunto tornou clara essa tênue diferença. Através das redes sociais foi feita uma mobilização enorme sobre o “Churrasco de gente diferenciada˜ que reuniu quase 1000 pessoas (num bairro de classe média alta em Sp) com o intuito de criticar a oposição de um grupo de moradores à construção de uma estação de metrô na avenida Angélica. Eles protestaram contra o governo de São Paulo, que anunciou a mudança do local da estação de metro após a revolta de alguns moradores.
Em tempo, alguns moradores haviam se colocado contra a obra porque ela atrairia “drogados, mendigos, uma gente diferenciada…” Isso foi o suficiente para que a expressão “gente diferenciada” ganhasse a internet e batizasse o “churrasco” . O governo paulista nega que a mudança tenha sido provocada pelos protestos dos moradores, mas a questão é todo essa repercussão gerou mais de 50 mil intenções de participação no Facebook.
Essa é mais uma mostra da influência e do impacto que os fatos ganham nas redes sociais. Alguma duvida que esse é o melhor canal para mobilizar pessoas?

O ritmo frenético

E as novidades no Facebook não param. A cada dia me surpreendo com a velocidade e a criatividade dos gerentes de produto e da equipe envolvida programadores, designers, q.a para publicar novos releases a cada semana. Eu que trabalho com isso e tenho “o dever” de ficar conectada em todos os lançamentos fico impressionada com a genialidade das plataformas.
Recentemente tivemos o lançamento do Facebook Deals que é um serviço de compras coletivas lançado para competir diretamente com o Groupon. A “cereja do bolo” é que o internauta pode fazer sua compra a partir dele. Outro detalhe é que o serviço abre oportunidades para transformar os créditos do Facebook em um moeda virtual com uso bem mais amplo.
O mais novo lançamento foi o Facebook Credits, onde os usuários podem ganhar 10 centavos de dólar pelo clique nos anúncios. Esquema fácil e simples de utilizar, quem assistir às propagandas receberá créditos que poderão ser trocados por ofertas no Deals.
Uma pena que essas novidades ainda sejam privilégios de outros países e não o nosso. Embora de acordo com o Ibope Nielsen Online, sejamos 43,2 milhões de pessoas navegando de forma ativa passando mais de 66 horas conectados por mês. O jeito é continuar acompanhando e ficar na torcida para que aqui entre logo na rota de “beta testers”.
Enquanto isso quem necessita e deseja se manter atualizado sobre todas essas novidades, mas nao possui tempo para fazer um curso presencial, pode participar do curso Decifrando as redes sociais . A primeira unidade é gratuita e o curso tem duração de 30 horas. Se inscreve la ;)

News.me e a “navegação” 2.0 das revistas

Quem já é fã do Ipad, ganhou na semana passada um motivo há mais para incrementar a leitura. Além de contar com toda a web, temos diversos aplicativos para nos manter atualizados e um dos mais recentes é o News.me fruto de uma parceria entre bit.ly e New York Times, que traz um cruzamento entre os dois.
Um dos pontos positivos é a integração com o Twitter e ao integrar com a sua conta, ele “aprende” seus gostos e seleciona o que vai exibir pra você, coletando também as noticias que seus contatos estão lendo.
Uma forma interessante de visualização de artigos e matérias e diferente das apps da maioria das revistas, vc consegue compartilhar com o Face, Twitter, email. Fico na torcida para que os demais veículos “copiem” essa usabilidade, e façam uma versão 2.0 da navegação.

A bola da vez!

Os profissionais de marketing digital só têm motivos para comemorar. O cenário nunca foi tão positivo e o mercado nunca esteve tão aquecido como agora.
Marketing digital virou a bola da vez em todas as empresas! Só se fala sobre isso, virou buzz, na mídia tradicional e virou cool trabalhar como analista de mídias sociais, estrategista de SEO, gerente de comunicação virtual isso sem falar nas adaptações para o inglês.
Todos os dias são publicados infográficos que mostram a evolução dos acessos, uso das redes sociais por usuários e empresas, números crescentes e muito bem trabalhados pelos marketeiros ;) . Hoje mesmo consultei o site Tecnocrata e nele consta um dado que comprova essa sensação de que agora somos o alvo . Pesquisa realizada pelo mundo do marketing mostra que 90% das empresas realizam ações de marketing digital envolvendo tanto as redes sociais como mídia e relacionamento via email marketing.
Como tudo na vida a um lado positivo e negativo. A demanda por profissionais é maior que a oferta, isso faz com que essa área seja cobiçada pelas empresas e que praticamente tenhamos um super oferta de vagas. Ponto para os profissionais que vivenciaram o céu e o inferno na 1° bolha das “ponto. com “ hoje o cenário é outro e os erros e acertos do passado são um diferencial e uma vantagem em relação a “molecada” que esta chegando agora. O lado “Yin” fica justamente por conta da leva de pessoas que viu a oportunidade batendo na porta e se auto denominou “expert in social networking” só porque usa o twitter e o facebook para falar que acabou de acordar ou para bater papo com is amigos.
Nada contra essa galera mais nova que esta vindo com tudo e quer abraçar uma fatia desse bolo digital, mas a capacitação e a experiência ainda são qualidades que mesmo uma profissão “nova” considera essencial no cv de um profissional.

Entrevista – marketing nas IES

Entrevista muito bacana concedida no site Marketing nas IES sobre as estratégias que fazemos para o Grupo e sobre a nova visão do marketing . Um site muito interessante que mostra as tendencias de comunicaçao e marketing nas principais instituições do país.
O cenário do marketing nas IES sofreu uma mudança na sua percepção. . Podemos dizer que, há algum tempo, o marketing era visto com o único objetivo de divulgar o vestibular para atrair novos alunos. Hoje, temos esse papel ampliado na participação das ações de todas as áreas e setores e nas funções de retenção de alunos e planejamento de ações integradas com o meio acadêmico. Leia mais em

A criatividade na publicidade

Em busca de obter uma fonte de receita, o Twitter pode lançar páginas voltadas as marcas.
A idéia é muito semelhante as Fan pages do Facebook. Por meio de páginas exclusivas, as empresas podem oferecer campanhas diferenciadas.
Essa ação somada ao Promoted Tweets mostra uma clara tendência de se fazer uma publicidade diferente, criativa e uma alternativa aos “apáticos” banners.
É interessante acompanhar essas iniciativas de comunicar e fazer publicidade “fora da caixa”. Mostra um tendência do que pode ser o futuro da publicidade na web, onde as marcas e os seguidores só tem a ganhar.
Mais detalhes