• A maior movimentação social de todos os tempos
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=280
  • Evernote Food
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=277
  • Uma nova rotina
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=271
  • Um mural online para compartilhar suas imagens, fez do Pinterest o centro de atenções dos usuários
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=262
  • A consolidação do mkt digital
     
      http://stephi.net.br/v1/?p=254


Últimos Posts

Arquivo de Tag para » SEO «

A maior movimentação social de todos os tempos

Final de ano é sempre um bom momento para reflexão e balanço geral do que foi programado e efetivamente realizado. Até o dia 31 de Dezembro, praticamente um filme de 1 minuto – no jargão de comunicação – vem à tona e com ele todas as lições aprendidas e as que serão melhoradas.
Brindamos e, a partir das primeiras horas de Janeiro, uma lista de boas vibrações, previsões e perspectivas positivas ocupa a nossa mente. A vida empresarial espelha-se na pessoal e todos os profissionais estão nesse momento fazendo essa reflexão.

No caso de marketing digi,tal não é diferente e, após um ano difícil, que já iniciou herdando uma crise mundial, terminamos 2013 com uma boa perspectiva e consolidação do uso das mídias sociais como ferramenta de negócios e essencial para o aprimoramento da estratégia de comunicação e desenvolvimento de uma melhor inteligência de mercado.

Teremos um ano bem agitado com a Copa do Mundo e eleições e, com isso, 2014 promete ter maior movimentação social de todos os tempos. Somos mais de 100 milhões de brasileiros conectados e com acesso em todos os locais. A pluralidade da conexão se tornou realidade esse ano e será crescente o número de usuários em rede, dialogando por meio de diferentes plataformas, dispositivos e ambientes. O desafio para o próximo ano será promover um comunicação que alinhe o conteúdo para os diferentes formatos e dispositivos para uma legião que encontrou a acessibilidade na tecnologia. Nesse sentido veremos o responsive design ganhar força e websites deverão ser otimizados para as três telas: desktop/laptop, tablet e celular, permitindo ao usuário navegar com conforto, independentemente do dispositivo utilizado.

A experiência do usuário ganhara relevância. Alguns decretarão a morte do SEO (Search Engine Optimization), eu decreto a morte das empresas que anunciam ser capazes de colocar o site em primeiro lugar nos buscadores. O foco dos buscadores será exibir os conteúdos mais pertinentes e não simplesmente rankear os sites.
A otimização dependera menos de técnicas especificas e muitas vezes artificiais e envolvera muito mais a qualidade e relevância do seu conteúdo, a recomendação de seus usuários nas redes sociais e a acessibilidade da navegação no seu site. Essas recomendações serão importantes para os sites serem vistos como referencias e estarem nas melhores posições.

O Facebook começara a dar sinais de cansaço e, seguindo a tendência de copiarmos nossos primos americanos no melhor estilo Black Friday, possivelmente ao longo do próximo ano teremos um inicio de abandono na rede, estimulado pelos mais jovens e early adopters. Incomodados com a perda de privacidade e hiper exposição, procurarão ferramentas especificas de nicho (Whatsapp, Vine, Snapchat) e, como uma onda, isso acabará refletindo no comportamento de navegação dos late adopters.

As empresas estarão mais conscientes do seu propósito nas redes sociais e começarão a valorizar o relacionamento transparente e humanizado com seus clientes. Contudo, haverá a necessidade constante de investir em conteúdo de referência e cada vez mais personalizado, melhoria constante no atendimento e na análise dos indicadores de performance. O sucesso de uma marca não será mais medido pelo número de likes em posts, e sim de acordo com métricas que analisem o engajamento e mostrem o verdadeiro resultado do negócio.

Numa visão mais particular, torço para que os usuários passem a se interessar mais por empresas que ajudem a comunidade na qual estão inseridos a viver de maneira melhor, sustentável e mais responsável. Marcas que combinem propósito social terão forte adesão nas redes sociais. A tecnologia estará à disposição e acessível para quem tiver uma boa ideia, e iniciativas visando à coletividade serão muito bem-vindas. A tradicional frase “precisamos deixar um mundo melhor para os nossos filhos” pode efetivamente se tornar uma ação digital em 2014.